sexta-feira, 9 de julho de 2010

Não costumo emitir opiniões aqui, mas sobre este caso Bruno vou emitir algumas:

Primeiro: O cara foi burro. Óbvio que sendo famoso seria tirado pra Cristo, exemplo e não ficaria impune sem um circo na imprensa.
Fato: Quem é famoso não pode cometer crimes e esperar cair no esquecimento.

Segundo: A moça não é um exemplo de conduta, já dava a bunda em orgias, engravidou de um cara rico, encheu o saco (durante este tempo de perseguição por pensão, já devia ter percebido que o cara é bagaceiro)e encontrou o que procurava.

Terceiro: A laranja podre não cai longe do cesto, o pai da moça responde processo por estupro.

Quarto: Nada justifica a violência contra uma mulher, como disse o cara foi burro, aliás, nada justifica, porém todos tem o livre arbitrio.

Quinto e último: espero que esse cara pague pelo que fez e todos eles, inclusive ela do outro lado do universo, repense suas atitudes.

Nenhum comentário: